Norbert Gyömbér

Inicia sua carreira com apenas cinco anos de idade no MFK Revúca, clube de destaque da sua cidade natal, onde fica até 2006 quando se transfere para o Futbalový Klub Dukla Banská Bystrica, clube de prestígio da Eslováquia, no setor juvenil.

Em 2011, com 18 anos, passa a integrar a equipe principal e no dia primeiro de outubro faz sua estréia na primeira divisão eslovaca. No dia 25 de maio de 2012, Gyömbér recebe a maior votação da torcida do Dukla e fica com o prêmio de jogador revelação da temporada  onde coleciona um total de 44 partidas.

No dia 28 de janeiro de 2013 o Catania compra o passe do zagueiro que permanece até o final da temporada com o Dukla. Estréia na Série A italiana no dia 19 de outubro contra o Cagliari no lugar de Bellusci. Com o Catania faz 26 partidas e um gol pela Copa Itália.

Norbert joga como zagueiro central tanto de um lado como do outro, mas é com o pé direito que se satisfaz mais. É ávido para desarmes e sua forma física contribui para as jogadas aéreas e tem bom faro para lançamentos em profundidade, sobretudo nas armações de contra-ataques.

A Roma adquire as prestações do jovem talento eslovaco no dia 20 de agosto de 2015 a título de empréstimo com o direito de compra estipulado em 1,5 milhões de euros. Gyömbér escolhe utilizar a camisa 23 giallorossa. Faz sua estréia pela Série A com a camisa romanista entrando no lugar de Alessandro Florenzi aos 83 minutos no dia 4 de outubro na vitória por 4 a 2 sobre o Palermo. No dia 21 de junho de 2016 é exercido o direito de compra pelo jogador que assina um contrato até 20 de junho de 2019.

Em meio as turbulências de troca de técnicos no clube, o zagueiro é pouco utilizado por Luciano Spalletti, recém chegado e com isso acaba sendo emprestado para o Pescada em agosto de 2016. No dia 12 de fevereiro de 2017 é excluído da equipe pelo técnico Oddo depois de desentendimentos com companheiros de equipe e com o próprio treinador devido aos insistentes rumores de mercado. Deste modo acaba sendo transferido também a título de empréstimo para o Terek Groznyj, porém com pouco espaço dentro da equipe russa acaba retornando a capital no final do contrato.

Gyomber até faz parte da lista do então técnico Eusebio Di Francesco e consequentemente treina com a equipe no retiro preparatório para temporada 2017/18, porém não o suficente para convencer o treinador e deste modo passa ao Bari no dia 31 de agosto de 2017 e lá coleciona 27 jogos e um gol. Apesar do bom desempenho , no ano seguinte acaba se transferindo definitivamente para o Perugia.

B I O S
avatar

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM

uCoz