Avaliações eficientes, espírito varonil
É o que sempre esperamos nessa época de preparação da Roma, mas substancialmente nem sempre Pinzolo é um palco de se ter respostas precisas, sobretudo porque o time é muito variável e os testes acabam mais sendo orientados para os jovens da base romanista que poderão ser interessantes durante a temporada para opção no banco de reservas. Mas, diferentemente do primeiro desafio (com um selecionado de veraneio do local), desta vez o adversário era de um nível mais adequado e obviamente valorizou de maneira mais convicta a avaliação da equipe. Bruno Peres parece estar realmente querendo vestir a camisa romanista como se deve e mostrou muito serviço hoje em campo. Esperamos que os outros brasileiros também entrem no mesmo espírito. 

Síntese: Corriere dello Sport

A Roma encerra o retiro de Pinzolo com uma vitória com uma vitória contra a equipe tcheca Slovacko: em gol o jovem atacante Sadiq, mas decisivo a prestação do brasileiro Bruno Peres na direita

PINZOLO - Uma vitória acima de tudo óbvia. A Roma bate por 1 a 0 o Slovacko, equipe da máxima divisão tcheca que daqui uma semana iniciará o campeonato. Uma vitória muito almejada por Di Francesco que até o fim incentivou os seus para o ataque e que encontrou em Bruno Peres a chave da ribalta da partida. O brasileiro encerra o retiro de Pinzolo com uma prestação suntuosa, certamente o melhor em campo e autor da assistência decisiva do gol de Sadiq, no final da partida. Mesmo com a diferença física entre as equipes, os giallorossi mostraram, entretanto, a melhor forma.

Bem o meio de campo experimental com Gonalons, Ricci e sobretudo com Gerson, sempre atento e disponível; bem também Pellegrini na esquerda e Tumminello que, até o gol, havia provocado a ocasião mais perigosa para a Roma. Esperando os demais Dzeko, Nainggolan, Strootman, De Rossi e outros componentes de seleções, Di Francesco teve boas indicações dos dois amistosos da primeira parte de preparação em vista da nova temporada.

ROMA 433: Alisson (64' Lobont), Bruno Peres, Castan (46' Gyomber), Juan Jesus (85' Nani), L. Pellegrini (58' Seck), Ricci (46' Vainqueur), Gonalons, Gerson (85' Valeau), Cappa (46' Sadiq), Tumminello (64' Antonucci), Perotti (46' Keba),

SLOVACKO (4-3-3): Heca (dal 46′ Danek); Reinberk, Hofmann, Brecka (dal 51′ Rada), Divisek; Machalik, Danicek, Havlik (dal 74′ Juroska); Navratil, Rezek (dal 46′ Šumulikoski); Zajic (dal 39′ Kubala). (Prajza, Simko, Hellebrand, Sadlek, Tok, Petr, Yoo Kang-Hyun). Técnico: Levy

F I C H A
avatar

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM

uCoz