P R
Portale Romanista
Uma Fe' Que Nunca Tem Fim
ANO XIV
ROMA
CULT
ULTRAS
2017/18
TOTTI
FELLAS
News (Di Francesco) Schick não deve se contentar. Champions? Tentaremos repetir (16)É poker, Roma goleia a Samp (15)Roma-Samp amanhã na Rai (18)(Di Francesco) Schick jogará, Pastore não convocado (23)(Zaniolo) a estréia foi um sonho (26)Biografia de Totti entre os mais vendidos da Itália (21)Três bigs interessadas em Under (22)Juve e Roma a caça de Pépé do Lille (20)(Fazio) Devemos vencer a Samp (15)Di Francesco nervoso, mas jovens evoluindo (28)
P R Alcatéia
ciao, visitante

Login:
Password:


Total Online: 1
Visitantes: 1
Membros: 0
P R Fellas Brasil
P R Últimos Tópicos
Boteco Giallorosso
Nainggolan
Kovacic
Cristante
Estádio
P R Blog
P R Tirinhas
P R Portaland
P R Store
P R Sondagem
Avalie o trabalho de Di Francesco
Total de enquetes: 21
Ultras: Chegava bêbado nos treinos
Postado por: lupulus 13 Dez 2017 às 15:46

Pesada troca de delicadezas entre os dois ex-jogadores da Roma, Renato Portaluppi e Giuseppe Giannini, atual técnico do Grêmio, por não ter tido êxito na capital: “Em Roma Giannini acabou comigo, me boicotou, ele e Massaro nunca me passaram a bola”

Giannini: "Nunca tive problema com Renato. Ocorreu apenas um episódio em campo, quando em um derby depois de um gol de Di Canio, reprovei Renato por não ter voltado para defesa. Me respondeu em com um certo tom que ele era um atacante e que não era obrigação sua voltar pra ajudar. Era um rapaz simpático, nas mini partidas que fazíamos apostávamos que a derrota custaria ao perdedor levar nos braços por cinquenta metros o vencedor, e na maioria das vezes ele perdia, talvez isso seja o motivo dele ter ficado chateado comigo. As vezes ele não era muito lúcido, não por mal, mas joguei 16 anos na Roma, e que me lembre foi o único jogador em toda minha carreira giallorossa a chegar em um treino matutino embriagado, e nessas ocasiões Liedholm o fazia se recuperar longe dos olhos indiscretos. Com todo o respeito que tenho por ele, que dias atrás mostrou estar fazendo coisas grandiosas, mas atirar limo gratuito sobre outras pessoas, me parece exagerado. Fico chateado porque nos momentos de dificuldade da Roma fui um dos poucos jogadores a sustentá-lo, como capitão da forma que precisava ser".

Sendo considerado de longe o pior brasileiro que atuou na Roma, pela torcida giallorossa, que meses depois da fraca atuação do gaúcho, expõe uma faixa no Olímpico comparando seu futebol as comédias do duo Renato e Conchi, tamanho era seu fraco desempenho.

Renato gaucho em 26 jogos fez apenas dois únicos gols, sendo que nenhum deles no campeonato italiano, uma contratação custosa aos cofres romanistas, que na temporada seguinte seria devolvida para o Brasil.

Fonte: Gazzetta dello Sport
P R Avalie
Portale Romanista Brasil © 2004