P R
Portale Romanista
Uma Fe' Que Nunca Tem Fim
ANO XIV
ROMA
CULT
ULTRAS
2017/18
TOTTI
FELLAS
News (Di Francesco) Schick não deve se contentar. Champions? Tentaremos repetir (16)É poker, Roma goleia a Samp (15)Roma-Samp amanhã na Rai (18)(Di Francesco) Schick jogará, Pastore não convocado (23)(Zaniolo) a estréia foi um sonho (26)Biografia de Totti entre os mais vendidos da Itália (21)Três bigs interessadas em Under (22)Juve e Roma a caça de Pépé do Lille (20)(Fazio) Devemos vencer a Samp (15)Di Francesco nervoso, mas jovens evoluindo (28)
P R Alcatéia
ciao, visitante

Login:
Password:


Total Online: 1
Visitantes: 1
Membros: 0
P R Fellas Brasil
P R Últimos Tópicos
Boteco Giallorosso
Nainggolan
Kovacic
Cristante
Estádio
P R Blog
P R Tirinhas
P R Portaland
P R Store
P R Sondagem
Avalie o trabalho de Di Francesco
Total de enquetes: 21
Champions: Di Francesco: "Qarabag com agressividade, busquemos as oitavas"
Postado por: zama 05 Dez 2017 às 12:06

ROMA - “O Qarabag? Será uma partida agressiva desde o início. Não deveremos deixá-los respirar”. Eusébio Di Francesco tem idéias claras e, as vésperas do jogo pela Champions contra o time do Azerbaijão que poderá valer a classificação para as oitavas de final da competição adverte: “servirá um início determinante porque eles não são mais a equipe da primeira rodada contra Chelsea”. Afirmou que “a passagem de turno daria força ao nosso trabalho”, o técnico admite não esperar presentes do Atletico de Madrid (“pensaremos apenas neste jogo: somos donos do nosso destino”) e responde a Sarri sobre a momentânea vantagem da Inter em relação ao título italiano (“quem não quer estar na frente seja na Champions que no campeonato? Estou muito feliz de disputar as competições e de fazer isso a cada 3 dias”). Sobre a formação que entrará em campo, Di Francesco anuncia que “retornarão Perotti e Nainggolan” mas que deve “avaliar Kolarov que teve fadiga muscular no jogo contra a Spal”: se sérvio não conseguir a posição será decidida entre Emerson Palmieri e Juan Jesus.

 

Estás pensando em um presente do Atletico de Madrid?

“Pensamos apenas em se concentrar sobre este jogo: o nosso destino passa das nossas mãos e da nossa força. O objetivo é vencer e ir para as oitavas”

 

Que riscos representa o Qarabag?

“É uma partida que tem que ser jogada com agressividade desde o inicio do jogo como a nossa mentalidade de sempre. Buscaremos não deixar o Qarabag respirar porque jogou muito bem fora de casa e não é mais a mesma equipe da primeira rodada contra o Chelsea. Quero uma equipe determinada. Se jogamos ao máximo de nossas forças poderemos prevalecer”

 

Quanto mudou a sua equipe da partida de estréia contra o Atletico?

“A vitória diante do Qarabag no início foi subestimada. Não é fácil vencer fora de casa. A equipe está assimilando melhor o meu credo: conquistamos força e consciência, estou confiante”

 

No momento do sorteio existia muita confiança. Passar o turno seria normal ou significaria ir além do esperado?

“Prefiro falar depois que passar de turno. Em Roma houve um pessimismo desde o começo e a passagem poderá dar mais força ao nosso trabalho. Eperamos: queremos gozar da passagem se acontecer, mas eu sempre fui otimista e continuarei sendo”

 

Aquela diante do Qarabag será a quinta partida seguida em dezessete dias para a Roma. Sarri recentemente disse que a Inter está jogando apenas uma partida por semana dá uma conotação a parte. Você o que pensa?

“Acredito que todos queriam jogar seja na Champions que no campeonato e ir sempre adiante. Não coloco barreiras e busco otimizar os treinamentos. Em mim existe o desejo de ir avante, quero jogar cada três dias: sei que nos tiraria algo mas poderia dar ainda maiores satisfações. Eu estou muito feliz em poder trabalhar um pouquinho menos sobre meus conceitos, mas poder jogar mais”

 

O senhor aderiu as redes sociais e se inscreveu dizendo estar pronto para cantar com a Curva. Sente-se pronto para cumprir este voto?

“Não seria um voto, mas um prazer: canto sempre quando não me vês, antes e depois da partida. Decidi entrar nas redes sociais acima de tudo para eliminar perfis falsos que existem a meu respeito. Os usarei com muita parcimônia. Quis mandar uma mensagem antes de mais nada para a torcida que está nos sustentando até agora”

 

Florenzi jogou contra a Spal equanto Bruno Peres amanhã não pode jogar. Pode ser um risco?

“Se não corres riscos não és treinador. Vi Florenzi em crescimento, quero dar-lhe continuidade e não para-lo. Tivemos oportunidade de trabalhar defensivamente e quero que coloque em prática os conceitos. Escola um mínimo arriscada, mas que quero muito”

 

Existe alguma pedra que o senhor tenha superado em algum momento particular da temporada?

“A pedra maior é dentro do vestiário. Nós somos uma família e buscamos superar as dificuldades. A dificuldade, como afirmei mais vezes, era aquele de entrar na cabeça dos meus jogadores e agora, inclusive sentindo suas palavras, é compreensível que acreditam naquilo que estão fazendo. Isto é o que me conforta mais”

 

Qual equipe escolherias para o título italiano?

“É um detalhe que me interessa de maneira relativa. Mas se como são os primeiros da lista, diria a Inter”

Fonte: repubblica
P R Avalie
Portale Romanista Brasil © 2004