P R
Portale Romanista
Uma Fe' Que Nunca Tem Fim
ANO XV
FELLAS
FORUM
BLOG
TOTTI
RESENHAS
TIRINHAS
News Quem é Dan Friedkin?A Roma é de FriedkinDzeko alcança Volk e Roma a fase de grupos da UEL3 nomes para o pós PetrarchiZaniolo não é um caso e Dzeko não está descontenteZaniolo, do golaço ao abraço em ManciniMenos burocracia, mais agilidade para o Stadio della RomaCeres pede desculpa para Roma e Bruno PeresTítulo e gol sobre a Lazio, o pé de coelho de Totti
P R Alcatéia
ciao, visitante

Login:
Password:


Total Online: 1
Visitantes: 1
Membros: 0
P R Forum
Botéko Giallorosso
Venda da Roma
SEVILLA 2-0 ROMA
JUVENTUS 1-3 ROMA
TORINO 2-3 ROMA
Pretenções
ROMA 2-1 FIORENTINA
Salários
SPAL 1-6 ROMA
P R Blog
P R Tirinhas
Serie A: Roma, passo em falso para a Champions: nova derrota com a Spal
16/03/2019 às 17:35

A primeira Roma de verdade de Ranieri desaba na casa da Spal, derrotada por 2 a 1. Em casa a equipe de Semplici não vencia desde 17 de setembro. Contra os giallorossi depois, esse ano a botinha foi plena depois da vitória no jogo de ida no Olímpico: dos 26 pontos, 6 vieram contra a Roma. Falida a pretensão em alcançar a Inter na quarta posição, os giallorossi agora devem se preocupar com as costas. A corrida Champions se complica tremendamente depois desse nocaute. Schick em dupla com Dzeko não funcionou. A equipe deve ainda metabolizar as mudanças trazidas por Ranieri, mas o tempo é curto. No segundo tempo o ingresso de Zaniolo revitalizou um pouco os romanistas, mas não bastou. Depois dos 2 a 1 no debute com o Empoli em Roma, o técnico de San Saba sofre sua primeira derrota nessas 12 finais. No segundo tempo o ingresso de Zaniolo revitalizou um pouco a equipe, mas não bastou.

AS ESCOLHAS DE RANIERI - Ranieri reencontra Dzeko e Fazio, mas deve fazer as contas com os muitos indisponíveis: De Rossi, Kolarov, Manolas, Pastore, Pellegrini, Under, mais Florenzi suspenso. O técnico giallorosso confia no 4-4-2 com a dupla Schick-Dzeko no ataque. Zaniolo vai para o banco, Ranieri escolhe Kluivert. Simples o 4-4-2 o abandona, depois dos escassos resultados da jornada passada passa ao 3-5-2.

BRUTA ROMA - Se espera uma Roma agressiva, determinada a tomar rapidamente a partida. Ao contrário os giallorossi estão apagados, lentos, empacados. A Spal espera sem arriscar nada, depois ataca no contrapé, sobretudo com Lazzari, que enlouquece Juan Jesus, sobretudo quando El Shaarawy não lhe fornece assistência. A Roma confia nos lançamentos longos de Olsen, e não conclui jamais a gol. Aos 17 minutos a Spal tem a primeira ocasião para passar a frente, com Murgia que de nuca dispara uma bola que passa muito perto. A Roma não acena nenhuma reação: continua a perambular e esperar alguma luz por parte dos atacantes que não chegam. Aos 22 minutos a Spal passa a frente com Fares, que de cabeça supera Karsdorp e bate Olsen. Três minutos depois os donos da casa possuem uma ótima chance para aumentarem a vantagem com Kurtic que faz partir um chute venenoso do limite da área. A primeira chance giallorossa vem aos trinta e cinco minutos com Dzeko que parte forte e dispara sobre Viviano. Três minutos depois tenta também com El Shaarawy, mas não enquadra o gol. São os únicos dois sinais de um primeiro tempo a se esquecer. Dzeko muito nervoso leva amarelo porque voltando dos vestiários empurra o diretor esportivo da Spal, Vagnati.

DOIS PÊNALTIS - No segundo tempo Ranieri muda ambas as pontas da equipe na esperança de sacudir a equipe: dentro Zaniolo e Perotti, fora kluivert e El Shaarawy. A mudança gera frutos porque se a manobra não melhora,  aos 52’ Zaniolo inventa uma grande jogada para servir Dzeko, segurado dentro da área por Cionek: é pênalti. Da marca Perotti desloca Viviano. A Roma toma coragem, mas na defesa continua a balançar. Aos 59 minutos a Spal parte em contra-ataque e Petagna é derrubado na área depois de um contato com Juan Jesus. Para Rocchi é pênalti também e confirma a decisão depois de um longo período de checagem. Da marca da cal Petagna não erra e recoloca a Spal na frente. Aos 73’ Dzeko tenta retomar a Roma nas costas e inventa uma grande jogada, mas Viviano nega o gol com um milagre. Aos 79’ Cionek de cabeça acerta a parte alta do travessão. Ranieri joga a ultima carta: Santon no lugar de Karsdorp. No final a Roma tenta surpreender a Spal mas jamais incomoda Viviano. A Spal não vencia a seis rodadas: grande festa no Mazza pelos três pontos que o distanciam da zona de rebaixamento. A Roma volta para casa com tantos problemas para resolver.

Fonte: Corriere dello Sport
P R Avalie

Portale Romanista Brasil © 2004
uCoz