Davide Santon

Fruto das divisões de base do Ravenna, Davide Santon inicia sua carreira aos oito anos de idade e aos quatorze passa a integrar a equipe juvenil da Inter de Milão com a qual conquista um torneio de Viareggio (2008) e chega a final de um Campeonato Primavera, perdendo o título para a Roma na categoria.

No verão de 2008 é convocado para participar do retiro em Brunico com a equipe principal e no dia 21 de janeiro de 2009, com dezoito anos, estréia definitivamente como profissional jogando como lateral esquerdo titular na vitória por 2 a 1 sobre a Roma, válida pelas quartas de final da Copa Itália. Já na Série A o debute vem 4 dias depois, também como titular absoluto vencendo a Sampdoria por 1 a 0 em Milão. Joga com grande personalidade, e obtém estima e confiança do então técnico José Mourinho que o emprega com continuidade. No dia 24 de fevereiro atua pela primeira vez na Europa da mesmo forma entrando desde o primeiro minuto no empate em 0 a 0 com o Manchester United em casa, partida essa válida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. O site da UEFA o insere entre os dez jovens mais prometedores do panorama europeu. Contribui com 16 presenças, conquista do título italiano, e no final da temporada estréia inclusive na seleção italiana.

Na temporada seguinte durante um jogo com a sub 21 se lesiona e isso prejudica toda a sua temporada, na qual coleciona apenas 15 jogos e todo o ano esportivo.

Com a chegada de Rafael Benítez em 2010, tem pouco espaço no time, mas mesmo assim participa da semifinal pelo torneio mundial de clubes da FIFA.

O Cesena acerta o empréstimo do jogador na metade da temporada 2011/12 com a Inter, dando em troca o jogador japonês Yuto Nagamoto. Escolhe a camisa 46 em homenagem a Valentino Rossi. Com o time emiliano realiza onze jogos até o final do contrato.

Em 30 de agosto de 2011 os ingleses do Newcastle compram o jogador a título definitivo pagando 6 milhões de euros para a Inter e assinando um contrato de cinco anos com o lateral. Estréia na Premier no dia 16 de outubro entrando no segundo tempo contra o Tottenham (partida válida pelo campeonato inglês). O técnico Alan Parede o define como elemento preciosíssimo para ao time inglês que ao final da primeira temporada acumula 27 jogos disputados.

Seu primeiro gol na Premier vem no dia 17 de março de 2013, na derrota interna por 2 a 1 diante do Wigan. Ao final são oitenta e dois jogos e um gol de 2011 a 2015 quando a pedido do então técnico da Inter, Roberto Mancini, retorna para Milão no dia 2 de fevereiro de 2015 a título de empréstimo com direito de compra fixado em 3,8 milhões, que se tornará obrigatório depois do jogador vestir a camisa nerazzurra pela décima vez.

Em sua nova aventura com o time nerazzurro coleciona 50 jogos de 2015 a 2018 com altos e baixos, fruto também das mudanças na presidência e comando técnico do clube, além das crises de continuidade que a Inter sofreu nos últimos anos.

Luciano Spalletti pede a direção do clube de Milão a aquisição de Radja Nainggolan da Roma e no dia 26 de junho de 2018, Davide Santon entra como forma de pagamento da transação entre os dois clubes, pelo valor de 9,5 milhões de euros.

Com a Roma estréia no dia 31 de agosto de 2018, entrando no lugar de Rick Karsdorpno em jogo fora de casa contra o Milan, onde a Roma perde por 2 a 1. Já pela Liga dos Campeões da Europa seu debute ocorre no dia 23 de outubro seguinte, na vitória por 3 a 0 sobre CSKA Moscou, válido pela terceira rodada da fase de grupos da competição.

Lateral de explosão, pode jogar tanto na esquerda como direita ou até mesmo como um meia em um meio de campo a cinco. É dotado de fundamentos de ataque devido aos anos que atuou como meia e atacante nos juvenis. Possui uma boa massa física, além de drible e notável capacidade de corrida

Com a Itália passou por todos os degraus existentes: Sub 16 em 2007 (4 jogos e 2 gols), Sub 17 2007 e 2008 (12 partidas e dois gols), Sub 20 em 2008 (2 jogos) e finalmente sub 21 de 2009 até 2012 (17 jogos). Sua primeira convocação pela seleção principal vem por parte do técnico Marcelo Lippi e sua estréia no dia 6 de junho de 2009 (com 18 anos e 5 meses) jogando como lateral direito no amistoso em Pisa contra a Irlanda do Norte (vitória por 3 a 0) . Também é inserido na lista dos convocados para a Copa das Confederações em 2009, embora não venha a ser empregado. Com a azzurra até o momento acumula 8 jogos. Sua ultima convocação pelo atual técnico Antonio Conte veio no dia 15 de março de 2015, embora não tenha entrado em campo.

B I O S
avatar

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM