Iván Marcano Sierra

Formado no setor juvenil do Racing Santander, equipe de sua cidade natal, desde os dez anos de idade, Iván foi subindo os degraus até chegar a equipe principal em 2005, sendo muitas vezes convocado mas apenas para compor o banco. Estréia realmente como profissional no dia 30 de setembro de 2007, aos vinte anos de idade, na vitória fora de casa por 1 a 0 sobre o Almería e obtém uma boa prestação até a sua saída aos setenta e oito minutos fruto de uma lesão no pé direito que o obriga a ficar de molho por dois meses. O primeiro gol de seus carreira vem apenas na temporada seguinte no dia 28 de setembro de 2008 contra o Maiorca (derrota de 2 a 1 fora de casa). Entre o time B e a equipe principal acumula 78 jogos e dois gols até 2009, quando acerta com o Villarreal: no dia 3 de julho o Santander recebe 6 milhões de euros pelo seu passa e o zagueiro assina um contrato por seis anos.

Depois de um início abaixo do esperado e pouco utilizado (16 jogos e 1 gol), acaba sendo emprestado para o Getafe no dia 8 de junho de 2011 onde tem mais espaço, acumulando 29 presenças (1 gol) e adquirindo maior experiência. Na temporada 2011/12 é re-emprestado ao Olympiakos, onde reencontra o ex-técnico Ernesto Valverde, que treinara o Villarreal, além dos conhecidos David Foster e Ariel Ibagaza (ex-companheiros de equipe no passado) tendo também uma boa performance no time grego com 28 jogos e quatro gols, além de ajudar na conquista do campeonato e da Copa da Grécia.

Sua performance no clube grego atraí interesse dos turcos do Rubin Kazan que compra o passe do jogador ao custo de 5 milhões de euros no dia 2 de junho de 2012. Faz 38 jogos com a camisa do Kazan (além de 1 gol), nos dois anos que atuou pela equipe turca, porém no dia 24 de janeiro de 2014 retorna para o Olympiakos a título de empréstimo e no final da temporada ajuda os gregos a conquistarem outro campeonato nacional.

No inicio da temporada de 2014/15 o Porto chega a um acordo com o clube português assinando um contrato de quatro anos. Rapidamente se torna um dos líderes dos Dragões e mais tarde tem substancial participação na conquista do título da Primeira Liga 2017/18, encerrado com um recorde histórico de 88 pontos. Nos quatro anos que atuou com o clube de Portugal acumulou 104 presenças, marcando 11 gols.

Aos trinta anos de idade assina um contrato de três anos com a Roma no dia 3 de maio de 2018 e estréia com a camisa giallorossa no dia 31 de agosto do mesmo ano em um jogo fora de casa em que a Roma perdeu no ultimo minuto para o Milan por 2 a 1 por uma desatenção da defesa.

Trata-se de um zagueiro central canhoto, forte fisicamente, e hábil na distribuição de jogo, se destacando na marcação individual. Muito bom em conclusões sobretudo nas bolas aéreas, pode ser utilizado tanto na defesa a 4 como a 3. Suas características se equiparam bastante as de Fazio.

Teve apenas uma convocação para fazer parte da seleção espanhola sub 21 em ocasião do Europeu de 2009 da categoria que acabou eliminando a equipe no primeiro turno da competição.

B I O S
avatar

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM

uCoz