Rick Karsdorp

Produto do viveiro do Feyenoord Rotterdam o menino Rick inicia sua aventura com ao futebol aos oito anos de idade frequentando as divisões de base queimando todas as etapas necessárias para mais tarde estrear profissionalmente no time principal dez anos mais tarde. De fato faz seu debute na Eredivisie no dia 24 de agosto de 2014 entrando no lugar de Joris Mathijsen em um jogo interno diante do Utrecht.

Nas três temporadas que serviu o time de Rotterdam acumulou setenta e oito presenças e um gol, além de obviamente os dois títulos já citados, antes de acertar sua transferência com a Roma na primeira janela de negociações de 2017.

No dia 28 de junho de 2017 de fato a Roma chega a um acordo com o Feyenoord e compra o passe do lateral holandês pela quantia de quatorze milhões de euros mais bônus no montante cinco milhões de euros em se cumprido objetivos esportivos estipulados. Kardorp assina até 2022 com o clube giallorosso e escolhe a camisa 26. O holandês um mês depois se submete a uma cirurgia joelho com uma previsão de recuperação de aproximadamente um mês.

Formado inicialmente como meio campista de ofício com algumas situações em que atuou como volante, com o tempo passou a cobrir a lateral direita e com isso acabou se especializando no setor defensivo. Jogador veloz tem grande precisão nos cruzamentos tendo como um dos seus destaques na temporada 2015/16, suas dez assistências.

Pela seleção dos países baixos Rick tem quase que contemporaneamente a sua carreira, uma mesma evolução iniciando com a Sub 17 em 2011 (2 presenças), Sub-18 em 2012 (2 jogos e um gol), Sub 19 em 2013 (7 jogos e 1 gol), Sub 20 (3 presenças) e Sub 21 (2 jogos) em 2014 e finalmente a principal em 2016 onde disputou três partidas.

Mas a estrada de Rick encontra pela frente duas situações que prejudicam e muito a sequencia do lateral. No dia 3 de julho de 2017 precisa fazer uma intervenção cirúrgica no menisco do joelho direito. A recuperação é lenta como se esperava e só retorna as atividades no final de setembro. No dia 21 de outubro, finalmente estréia pela Roma, mas vive um novo e crucial drama: sofre ruptura do ligamento cruzado no joelho dando adeus a temporada.

E não para por aí. Retorna confiante para a temporada 2018/19, fazendo a pré-temporada com a equipe principal e disputando os amistosos. Volta a campo oficialmente na terceira rodada do campeonato italiano jogando 78 minutos na partida contra o Milan fora de casa (2 a 1 para os rossoneri). Depois mais 21 minutos no jogo seguinte no empate em 2 a 2 com o Chievo em casa. No dia 17 de outubro uma nova lesão o afasta por mais duas semanas dos campos.

B I O S
avatar

© 2004 PORTALE ROMANISTA BRASIL UMA FÉ QUE NUNCA TEM FIM

uCoz