P R
Portale Romanista
Uma Fe' Que Nunca Tem Fim
ANO XIV
ROMA
CULT
ULTRAS
2018/19
TOTTI
BLOG
News Kolarov e Fazio relançam os giallorossi a -1 da quarta posição (20)Nicolò Zaniolo, assim em 7 meses para a Roma e o futebol italiano (54)Bis de Zaniolo, Adrian mantém vivo os lusitanos (41)Tudo fácil para os giallorossi em Verona (26)Zaniolo responde a Piatek, giallorossi protestam na Sul (40)Ultras abandonam a Curva Sul (32)Frustrado, mas não me demito (Di Francesco) (37)Furacão Chiesa sobre Di Francesco (35)Não me capacito, me torno louco (Di Francesco) (45)Roma chock, de 3 a 0 a 3 a 3 contra a Atalanta (36)
P R Alcatéia
ciao, visitante

Login:
Password:


Total Online: 1
Visitantes: 1
Membros: 0
P R Fellas Brasil
P R Últimos Tópicos
Boteco Giallorosso
Nainggolan
Ei?
LENDAS DO PR
Kovacic
P R Blog
P R Tirinhas
P R Portaland
P R Store
P R Sondagem
Porque a Roma não evolui
Total de enquetes: 7
Roma: A próxima temporada mostrarei quem sou
Postado por: lupulus 06/06/2018 às 12:23

A temporada recém concluída não lhe presenteou os sucessos que esperava, mas o seu caráter lhe permitirá reagir e dar a justa contribuição para a Roma.

Estamos falando de Patrick Schick, que aterrissou na capital no final de agosto da temporada passada, marcou apenas três gols não conseguindo se estabelecer diante dos 40 milhões de euros investidos pelo clube em seu passe: “Na próxima temporada falei ver aquilo que sei fazer. Cheguei depois do parêntese com a Sampdoria, provando jogar em uma posição diferente. O segundo ano farei ver quem sou de verdade, O futuro? Não conversei com ninguém, não está em discussão. Não nenhum ressentimento por não ter ido para a Juventus”, disse o atacante em uma entrevista para o cotidiano Lidovky.

Depois de um ano em Roma, Patrick se familiarizou ao ambiente e com a torcida, um motivo a mais para voltar a ser determinante: “Roma é uma cidade na qual as pressões e o afeto dos torcedores não há iguais no mundo. O que me limitou? Me lesionei justo no momento em que estava começando a jogar. Serve tempo para chegar aos máximos níveis e sobretudo precisa-se de um físico sano, sem não se chega a nenhum lugar. A concorrência é grande, mas eu trabalho para chegar ao top”. Schick relembra um fato com Antonio Cassano que recentemente esteve em Trigoria: “Conversamos muito. Para mim é um grandíssimo homem, muito honesto. Até muito para dizer a verdade, mas é sempre uma pessoa positiva. Me deu conselhos sobre Roma, ele aqui esteve. Me disse que farei uma grande carreira como romanista”

Fonte: Il Messaggero
P R Avalie
Portale Romanista Brasil © 2004