P R
Portale Romanista
Uma Fe' Que Nunca Tem Fim
ANO XV
FELLAS
FORUM
BLOG
TOTTI
RESENHAS
TIRINHAS
News Quem é Dan Friedkin?A Roma é de FriedkinDzeko alcança Volk e Roma a fase de grupos da UEL3 nomes para o pós PetrarchiZaniolo não é um caso e Dzeko não está descontenteZaniolo, do golaço ao abraço em ManciniMenos burocracia, mais agilidade para o Stadio della RomaCeres pede desculpa para Roma e Bruno PeresTítulo e gol sobre a Lazio, o pé de coelho de Totti
P R Alcatéia
ciao, visitante

Login:
Password:


Total Online: 1
Visitantes: 1
Membros: 0
P R Forum
Botéko Giallorosso
Venda da Roma
SEVILLA 2-0 ROMA
JUVENTUS 1-3 ROMA
TORINO 2-3 ROMA
Pretenções
ROMA 2-1 FIORENTINA
Salários
SPAL 1-6 ROMA
P R Blog
P R Tirinhas
Serie A: Estranha sensação de não Var mais
05/11/2018 às 21:38
A sutil restauração colocada em ato pela classe arbitral italiana, adversa a utilização da tecnologia, é intolerável e injustificada. A evidente vontade dos árbitros tornar indiscreto e marginal a Var, para rebater a própria centralidade nas decisões em campo, deve absolutamente ser freada. O futebol, como de todos os certificados, precisa da tecnologia, não pode voltar atrás pelo Orsato da vez. A Var rende o futebol mais justo, evita erros e sobretudo limita as discrições nas quais os apitos italianos tendem tanto. Basta esconder o protocolo.

A pequena frase “claro e evidente erro” não deve justificar de modo algum a tentativa de golpe que está em curso. o neo presidente federal Gravina e o da Serie A Miccichè vigiam com atenção chamando novamente para ordem Nicchi e Rizzoli. O devem aos torcedores, mais que as sociedades. Mesmo se um erro evidente e grosseiro como de sábado em Florença não pode, não deve-se constituir em álibi para o desplante caminho da Roma. Depois de onze rodadas, a equipe de Di Francesco, priva em campo de identidade e certezas, é a maior ilusão do campeonato. O gap com as rivais é preocupante enquanto, prestações na mão, parecem bem mais amplas do que diz a classificação. O jogo é doloroso, a atitude de de muitos jogadores é inferente e inconstante. Mudam as formações, não a música. Aquele da Roma é um processo lento que passa ao confronto do brilhante e vivaz sustentado pelas adversárias. Juventus a parte, Napoli e Inter, um degrau abaixo, Lazio e Milan, possuem uma evidente marcha a mais.
Fonte: Massimo Caputi (Il Messaggero)
P R Avalie

Portale Romanista Brasil © 2004
uCoz